A Wooden Boat School ou Escola de Barcos de Madeira, em tradução livre, é uma escola livre que é parte do grupo Wooden Boat Publications, responsável por uma importante publicação sobre barcos de madeira nos Estados Unidos.

A escola foi criada em 1981 e até hoje promove diversos cursos relacionados à náutica em seu campus, situado na pequenina cidade de Brooklin, na costa sudeste do estado americano do Maine. Lá, eles recebem cerca de 800 alunos anualmente, sempre de maio a outubro, meses em que o rigoroso inverno não assola a região e permite que oficinas, garagens de barcos, casas de estudantes e uma enorme infraestrutura, funcionem como um relógio, a todo vapor, construindo diversos pequenos barcos de madeira, recuperando outros tantos e criando as mais variadas formas possíveis.

O lugar parece um canto intocado do mundo, com um sol apenas leve, suficiente para animar as quase seis turmas de diferentes cursos que eles recebem por lá semanalmente.

oficina_wbs
Oficina de carpintaria naval, com piso de madeira e ferramentas à mão (Fonte: próprio autor)

Além das incríveis aulas de construção naval em madeira, que vão desde a familiarização com as ferramentas e o trabalho na oficina até a complexa aula de fundamentos, que tem duas de duração e apresenta os métodos mais tradicionais de construção, há também cursos de entalhe em madeira, fotografia, pintura em aquarela, aulas de vela, navegação e caiaque, entre muitas outras dentre as opções de um catálogo que cresce a cada ano.

dsc_0880_mod
A loja do campus, recheada de planos de barcos e revistas especializadas, também é uma antiga construção da fazenda (Fonte: próprio autor)

A infraestrutura da escola é impressionante. Baseada em um campus herdado de uma antiga fazenda da região, tem todas as casas baseadas nas antigas estruturas da fazenda. As casas dos estudantes, por exemplo, que são duas, eram possivelmente antigas casas das famílias que lá moravam. Já a oficina, vista na primeira foto desse artigo, certamente foi local também de trabalho na fazenda, um celeiro ou algo parecido. O próprio fato de se preservar essas estruturas e mantê-las como eram de fato, traz um certo ar de nostalgia a todo o conjunto.

dsc_0901_mod
Uma das duas casas de estudantes do campus, ao lado da oficina. Lembra muito uma casa de campo tradicional da região (Fonte: próprio autor)

É difícil de entender como uma escola tão isolada do mundo, num lugar tão remoto, consiga atrair um público tão extenso. Claro que não estamos falando das escolas ou universidades mais concorridas do mundo, mas é bastante impressionante ver tanta gente em cada semana chegando à escola para uma semana de novas experiências com barcos tradicionais, que em geral estão sendo esquecidos. E a todos que perguntamos o porquê de estarem lá tinham basicamente a mesma resposta: “vim para experimentar algo novo, surpreendente”.

É verdade que os frequentadores em sua maioria estão aposentados, buscando uma nova ocupação em suas vidas. Mas vimos muitos jovens também que, intrigados com um estilo de vida possivelmente distante de suas realidades, vão até lá em busca de uma mudança, um novo horizonte talvez. Desde jovens artesãos e amantes dos barcos, funcionários de museus ou de oficinas de construção naval, até os nobres aposentados que buscam aquilo que nunca encontraram ao longo de suas vidas, é evidente que ir para a WoodenBoat School é uma tentativa não só de resgatar antigos barcos, mas também de um estilo de vida que precisa sobreviver.

bradmin
About the author

1 Response

Leave a Reply

Mini Congresso de Yacht Design 2020

Online. Gratuito.  Em Março!

Pré-inscrições abertas!

Mini Congresso de Yacht Design Brana 2020
Mini Congresso de Yacht Design Brana 2020

Quais os softwares mais utilizados por projetistas de embarcações?



×